Por G1 Rio

Família acusa UPA de São João de Meriti de omissão de socorro

Família acusa UPA de São João de Meriti de omissão de socorro

A família de um homem que morreu em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, acusa a unidade de omissão de socorro.

Adenilson dos Santos chegou a unidade Abdon Gonçalves com sinal de infarto e diz que houve demora na identificação do problema. Eles deram entrada no hospital no domingo (18).

Em vídeo gravado por Alexandre dos Santos, irmão da vítima, ele se queixa da falta de atendimento.

“Ninguém se move aqui, cara, ninguém se move. Meu irmão está aqui, na maca aqui. Acabou de desmaiar aqui”, diz ele nas imagens.

Em entrevista ao Bom Dia Rio desta terça (20), Alexandre diz que o irmão tinha dores e que aguardava um eletrocardiograma. E que, mesmo na sala de emergência, ele não foi socorrido.

“Não teve atendimento nenhum”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here